segunda-feira, 15 de abril de 2013

15 de abril: Dia Nacional da Conservação do Solo

Colúvios na Serra da Bocaina - Foto: Silvio Takashi Hiruma

O Dia Nacional da Conservação do Solo é comemorado no dia 15 de abril. A data foi escolhida em homenagem ao nascimento do americano Hugh Hammond Bennett (15/04/1881 - 07/07/1960), considerado o pai da conservação dos solos nos Estados Unidos e o primeiro responsável pelo Serviço de Conservação de Solos daquele país.

Este dia foi instituído pela Lei 7.876, em 13 de novembro de 1989, por iniciativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), e surgiu com o objetivo de aprofundar os debates sobre a importância do solo como um dos fatores básicos da produção agropecuária e a necessidade de seu uso e manejo sustentáveis.

Dentre os problemas ambientais, a erosão do solo está entre os mais preocupantes, pois pode levar a perdas de solo e de sua capacidade produtiva; fazer o aporte de sedimentos nos rios, reservatórios, lagos, lagoas e oceanos, causando assoreamento e contaminação dos mananciais; e a degradação dos ecossistemas como um todo, estando associada a questões ambientais, sociais e econômicas.

Além disso, o solo é a base para a produção de alimentos, atua como filtro e reservatório de água e é imprescindível para a existência humana e para o desenvolvimento sustentável.

Preocupado com as questões relacionadas à Conservação do Solo e da Água, O Instituto Geológico (IG) vem há alguns anos realizando pesquisas nesse sentido, e tem constatado a relevância deste assunto no Estado de São Paulo, especialmente na região oeste do Estado, onde os pesquisadores tem observado a ação negativa da erosão, seja na perda da capacidade produtiva dos solos ou nos danos aos recursos hídricos.