terça-feira, 12 de junho de 2018

Artigos sobre climatologia são destaques na Revista do Instituto Geológico


A Revista do IG é de acesso aberto, e publica artigos relacionados às Geociências e áreas correlatas, inéditos e originais, de caráter científico ou tecnológico. Destina-se também à publicação de revisões, notas prévias, comentários, críticas e réplicas de artigos de temas ligados às Geociências. A partir de 1980, a Revista dá sequência ao periódico do Instituto Geográfico e Geológico, o I.G.G. (1943-1968), e aos boletins científicos da Comissão Geográfica e Geológica do Estado de São Paulo, editados desde 1889. A Revista está indexada em bases nacionais e internacionais, tais como: SCOPUS, GeoRef, Latindex, Zoological Record, Periódicos CAPES, Portal de Periódicos Eletrônicos em Geociências – PPeGeo. Nesse ano, a Revista do IG completou 38 anos de existência.

Acesse o último volume da revista 38(2) e os demais volumes da coleção no Portal de Periódicos Eletrônicos em Geociências – PPEGeo, no link:


No volume 38(2) destacamos dois artigos que abordam temas relevantes na área de Climatologia.

O artigo “A Zona de Convergência do Atlântico Sul: uma visão e revisão críticas” de autoria de Rubens Junqueira Villela (IAG-USP) discute um dos tópicos mais comentados atualmente: a famosa ZCAS. Baseado em dados da literatura e por décadas de observação própria, o artigo aborda o conceito da ZCAS, sua relação com a sua congênere do Pacífico (Baiu), bem como sua influência nas precipitações no Brasil.

O outro artigo, de autoria de Frederico Luiz Funari (IAG-USP) e José Roberto Tarifa (Labclima-UFMS), intitulado “Insolação, radiação solar global e radiação líquida no Brasil“, é uma adaptação, revisada e adaptada, da dissertação de mestrado do primeiro autor. Trata-se da análise espacial e temporal desses parâmetros meteorológicos em nível nacional, partindo-se dos dados da rede meteorológica brasileira. As aplicações desse estudo são importantes para as áreas de agricultura, recursos energéticos renováveis, entre outras.

Os outros artigos que compõem o volume tratam de estudos sobre contaminação de águas subterrâneas no estado do Ceará: “Estudo hidroquímico do Aquífero Barreiras no Município de Eusébio, Ceará” e “Vulnerabilidade natural e perigo de contaminação do Sistema Aquífero Dunas na região norte do Município de Aquiraz, Ceará”, de autoria, respectivamente, de Rafael Mota de Oliveira et al. e Karen Vendramini de Araújo e al. Tais estudos apontam diretrizes importantes para a proteção dos recursos hídricos subterrâneos em áreas de expansão urbana acelerada.

Convidamos todos os colegas a submeterem artigos científicos para a Revista do Instituto Geológico.

Atenciosamente,

O Corpo Editorial

Sumário do volume 38(2):